10 de julho de 2018 às 12:01

YouTube investirá US$ 25 milhões para combater boatos

O YouTube anunciou nesta segunda-feira que investirá US$ 25 milhões para lutar contra a propagação de notícias falsas, especialmente em coberturas urgentes e de última hora, informou a plataforma no seu blog oficial.

Crédito:iStock/Getty

iStock/Getty

O YouTube anunciou nesta segunda-feira que investirá US$ 25 milhões para lutar contra a propagação de notícias falsas, especialmente em coberturas urgentes e de última hora, informou a plataforma no seu blog oficial.

O YouTube, propriedade do Google, disse que este investimento será parte da plataforma Google News Initiative (GNI), apresentada em março pelo gigante do setor de tecnologia para ajudar os veículos de imprensa e para enfrentar as chamadas fakenews.

Além disso, o YouTube apresentou uma série de novidades no seu site para ajudar os usuários para que não caiam em mentiras.

A partir das próximas semanas, os usuários de YouTube nos Estados Unidos, quando procurarem vídeos sobre temas de última hora, verão no portal links com pequenos extratos de notícias sobre esses assuntos publicadas em diferentes veículos de comunicação.

Além disso, o YouTube proporcionará links para a Wikipedia ou para a Enciclopédia Britânica em vídeos de temas controversos ou dados às conspirações, como a chegada do homem à Lua.

"Vamos continuar comprometidos a trabalhar com a comunidade jornalística para construir um ecossistema de vídeo mais sustentado para a imprensa", afirmaram o diretor de produto do YouTube, Neal Mohan, e o diretor de negócio da companhia, Robert Kyncl.

Estes executivos acrescentaram que são conscientes de que resta "muito trabalho a ser feito", mas destacaram seu interesse em proporcionar aos usuários do YouTube "uma melhor experiência" quando buscarem informações e notícias em seu site.

Fonte: EFE

comentários

| Rádio Califórnia 89,1 FM'); }
Estúdio Ao Vivo